A Lusofonia que une, irmana e engrandece

A Lusofonia que une, irmana e engrandece

“Minha pátria é a Língua Portuguesa”. Nada me expressa melhor, como ser humano, como cidadão, como professor, como jornalista, como escritor do que a sentença de Bernardo Soares no Livro do Desassossego. Simplesmente, não me consigo imaginar falante de outra língua...
República de Histórias e de Sonhos

República de Histórias e de Sonhos

Se não se publicasse nenhum outro grande romance no Brasil dos anos 1980, salvaria a década, sozinho, A República dos Sonhos (Rio de Janeiro : Francisco Alves, 1984). Culminância de qualquer carreira literária, Nélida Piñon escreveu-o aos 47 anos, já respeitada como a...
Um Monumento em Honra de Pessoa

Um Monumento em Honra de Pessoa

Imagine-se alguém que se proponha discorrer, em um só volume, sobre a vida e a obra de vários nomes importantes da literatura mundial. Ainda mais: permite-lhes filtrar o que dizer de si próprios. Façanha assim foi brilhantemente empreendida por um brasileiro, José...
O tempo, o Vento e a Grandeza de Erico Veríssimo

O tempo, o Vento e a Grandeza de Erico Veríssimo

Há leituras que, considerado o tempo exigido pelo tamanho da obra, apresentam-se ao leitor como verdadeiros “projetos” de execução em longo prazo. Assim me dispus, em 2019, a ler a monumental trilogia O tempo e o vento, de Erico Verissimo, animado pelos 70 anos a que...