Nascida por iniciativa de um conjunto de académicos da República Checa, esta entidade possui um cunho marcadamente científico e pretende servir como plataforma de intercâmbio de conhecimento, promovendo e incentivando a produção académica sobre aqueles temas, bem como as relações profissionais entre os investigadores que se debruçam sobre aspetos específicos dos países envolvidos, quer no contexto dos departamentos de pesquisa de diversas universidades checas quer no âmbito da sociedade civil, em contexto profissional ou formativo.

Na assembleia constituinte estiveram presentes vinte representantes da quase meia centena de associados que a SCLP já reúne, cobrindo áreas que vão da filologia à economia, passando pela antropologia, diplomacia, história, história da arte ou politologia.

A Sociedade Checa de Língua Portuguesa aprovou os seus estatutos durante esta assembleia, em que também elegeu os seus corpos gerentes. O Conselho Diretivo desta sociedade científica será composto pelas professoras Petra Svobodová (Universidade Palacký de Olomouc), Šárka Grauová e Jaroslava Jindrová (Univ. Carolina de Praga), Silvie Špánková (Univ. Masaryk de Brno) e ainda pela tradutora Lada Weissová.

O cargo de Presidente honorário da SCLP será ocupado pela professora e lusitanista Pavla Lidmilová, uma das mais importantes tradutoras de literaturas de língua portuguesa na República Checa, agraciada com várias distinções por Portugal e pelo Brasil. Ler o artigo completo

Partilhar