2 March 2021
O filme “África Abençoada”, uma coprodução portuguesa e guineense rodada em quatro países africanos, estreia dia 30, no Cine-Teatro de Estarreja, anunciou hoje o Cine Clube de Avanca.

Filme luso-guineense “África Abençoada” estreia em Estarreja

“África Abençoada” vai ser exibido pela primeira vez, sendo um documentário realizado por Aminata Embaló, foi produzido pelo Cine-Clube de Avanca, Filmógrafo (Portugal) e Água Triangular (Guiné-Bissau), depois de uma rodagem que atravessou a Guiné-Bissau, o Senegal, a Gâmbia e chegou à Mauritânia.

A estreia está marcada para as 21:30 de quinta-feira, numa sessão de cerca de uma hora em que será exibida também a curta-metragem “Só”, assinada por Nuno Fragata.

O filme conta a viagem de Quintino Na Pana, que ao longo de quatro anos percorreu cerca de mil quilómetros, atravessando quatro países para apelar à paz no seu continente africano.

“Ciclista, guineense de 29 anos, pai de cinco filhos, professor de educação física no ensino secundário e estudante na faculdade, Quintino tenta viver entre os sucessivos e longos atrasos do ordenado e o sonho e desejo de paz, pedalando em nome de uma sociedade africana mais justa e equilibrada”, lê-se na sinopse.

Quintino Na Pana corresponde a uma geração de jovens guineenses pós independência, “sem memórias da presença colonial portuguesa e da guerra colonial, que cresceu assistindo à degradação do país, presenciando os fluxos migratórios de zonas rurais para a capital, Bissau, que provocou uma exponencial e desordenada construção de bairros de lata, acentuada com a guerra civil de 1998/99”.

“África Abençoada” é “ sobretudo uma viagem pela precariedade em que têm vivido os jovens adultos guineenses”.

Realizado por Aminata Embaló, numa autoria conjunta com Monica Musoni, o filme reuniu uma equipa conjunta de portugueses e guineenses, numa produção que contou com o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual, RTP, Governo da Guiné-Bissau e das embaixadas de ambos os países.

MSO // MSP – Lusa / Fim

Também poderá gostar

Sem comentários