Blogue Somos Livros » Livrólicos » 
Por: Beatriz Sertório a 2021-10-21 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

A primeira romancista moçambicana

Nascida em Moçambique em 1955, Chiziane começou a escrever contos aos 29 anos, por influência do seu avô. Esta inclinação literária surge após ter participado ativamente na cena política de Moçambique, como membro da Frelimo. Após o rompimento com a política, passa a dedicar-se em exclusivo à literatura, tendo publicado vários dos seus contos na imprensa moçambicana, em publicações como a Página Literária e a revista Tempo.

Em 1990, arrisca nova mudança de registo ao tornar-se na primeira mulher moçambicana a publicar um romance: Balada de Amor ao Vento. Contudo, é como “contadora de estórias” que se assume, tendo afirmado:

 

“Sou contadora de estórias e não romancista. Escrevo livros com muitas estórias, estórias grandes e pequenas. Inspiro-me nos contos à volta da fogueira, minha primeira escola de arte.”

 

Ler o artigo completo

Paulina Chiziane nasceu em Manjacaze, Moçambique, em 1955. Estudou Linguística em Maputo, mas não concluiu o curso. Atualmente vive e trabalha na Zambézia. Ficcionista, publicou vários contos na imprensa (Domingo, na «Página Literária», e na revista Tempo).

Ler o artigo completo

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar