Vera Ferreira, responsável pelo ensino de Minderico, durante uma aula para adultos.

 

Rita Pedro mostra um dicionário bilingue da língua minderico em fascículos que faz parte do projeto de revitalização desta língua local, desenvolvida pelo Centro Interdisciplinar de Documentação Linguística e Social, Alcanena, 1 de outubro de 2012.

O projeto passa pela construção de materiais e por aulas para crianças e adultos, que servem como incentivo para a recuperação da fala e da escrita desta língua que começou por ser falada pelos vendedores dos têxteis que eram produzidos em Minde.

O CIDLeS vai promover várias iniciativas de divulgação do minderico durante as Jornadas Europeias do Património.

 

PAULO CUNHA/LUSA

 

Saiba onde fica Minde: clique aqui

 

 

Fotos: LUSA