Na minha charla para as Correntes d’Escritas deste ano (recordo que o tema era a “Pedra Filosofal” de António Gedeão, deixei muito material atrás porque não podia abusar do tempo. Mas escrevo agora em breve nota. É que o tema do sonho está associado ao do futuro e dos futurólogos.
Sempre que me fazem perguntas sobre o futuro, esquivo-me. Nem gosto de ler sobre o assunto. Gosto é de ler escritos antigos de futurólogos para ver o que acertaram e não acertaram.
Esta é a foto de um livro que adquiri em 1964 intitulado A Vida no Século XXI, da autoria de dois soviéticos, S. Guchtchev e M. Vassiliev.
São duas páginas em que, na altura, sublinhei duas previsões. No primeiro caso, os futurólogos acertaram. Quanto ao segundo, na página seguinte, divirtam-se a ler.

The following two tabs change content below.

Onésimo Teotónio Almeida

Onésimo Teotónio Pereira de Almeida - Natural de S. Miguel, Açores, é doutorado em Filosofia pela Brown University em Providemce, Rhode Island (EUA). Nessa mesma universidade é Professor Catedrático no Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros, bem como no Center for the Study of the Early Modern World e no Wayland Collegium for Liberal Learning. Autor de dezenas de livros. Alguns dos mais recentes: Despenteando Parágrafos, A Obsessão da Portugalidade, e O Século dos Prodígios. A ciência no Portugal da Expansão, na área do ensaio. Em escrita criativa: Livro-me do Desassossego, Aventuras de um Nabogador e Quando os Bobos Uivam. Co-dirige as revistas Gávea-Brown, Pessoa Plural e e-Journal of Portuguese History bem como a uma série de livros sobre temática lusófona na Sussex Academic Press, no Reino Unido. É membro da Academia da Marinha, da Academia das Ciências e doutor Honoris Causa pela Universidade de Aveiro.

últimos artigos de Onésimo Teotónio Almeida (ver todos)

Partilhar