27 February 2021
Um galego com a camisola de Portugal segura na bandeira da Galiza. Valença, 29 Junho 2010. JOSE COELHO/LUSA

Professores de português na Galiza pedem abertura de vagas no secundário

Lisboa, 03 fev (Lusa) – A Associação de Docentes de Português na Galiza pediu à Conselharia de Educação daquela comunidade autónoma de Espanha a abertura de vagas da especialidade de língua portuguesa no ensino secundário, segundo um comunicado hoje enviado à Lusa.

No comunicado, a associação salienta que mais de 1.700 pessoas estudam português nos centros do ensino secundário galegos e outras 1.100 nas Escolas Oficiais de Idiomas.

“A inexistência de vagas da especialidade de português nos liceus galegos coloca numa constante e permanente situação de incerteza e precariedade todos os anos de trabalho, esforço e dedicação a favor da língua portuguesa”, refere a associação.

A associação recorda a Lei Paz-Andrade, aprovada por unanimidade pelo parlamento galego, que estabelece a necessidade de “fomentar o ensino e aprendizagem do português” e que o Governo local se comprometeu a “incorporar progressivamente a aprendizagem da língua portuguesa nos centros de ensino da Comunidade Autónoma da Galiza”.

“Estas mínimas razões, suficientes e de evidente importância, levam-nos a insistir mais uma vez na nossa petição à Conselharia da necessidade de convocarem vagas específicas de língua portuguesa no ensino secundário galego sem mais demora”, conclui a Associação de Docentes de Português na Galiza.

MSE // PNG – Lusa/Fim

Também poderá gostar

Sem comentários