A deputada guineense Cadi Seidi.

Bissau, 11 mai 2022 (Lusa) – A ilha guineense de Rubane, nos Bijagós, acolhe entre quinta-feira e sábado a reunião da Rede de Mulheres Parlamentares da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para debater as consequências da covid-19 e a violência baseada no género.

A informação foi transmitida hoje aos jornalistas, em Bissau, pela presidente em exercício da Rede das Mulheres Parlamentares da CPLP, a deputada guineense Cadi Seidi.

O encontro que vai decorrer na ilha de Rubane irá igualmente analisar alguns dos pontos que constam do plano de atividades da Rede, elaborado em março passado, nomeadamente a prevenção e gestão de conflitos, participação das mulheres da CPLP em missões de observação eleitoral e a empregabilidade digital.

Cadi Seidi adiantou também que a reunião também servirá como palco para troca de experiências entre as mulheres dos nove países da CPLP visando a sua capacitação em várias temáticas.

“O objetivo é elevar a presença da mulher em todos os espaços, mas em qualidade e não em quantidade”, afirmou Seidi, precisando que as mulheres parlamentares de Portugal e Timor-Leste vão assistir ao encontro através das plataformas ‘online’.

Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste são os nove Estados-membros da CPLP.

MB // LFS – Lusa/Fim

Partilhar