Segundo um estudo da Modern Language Association, o número de alunos de português no ensino superior norte-americano cresceu 10, 1 por cento entre 2009 e 2014, sendo a terceira língua com maior crescimento.

O mesmo estudo, divulgado no ano passado, concluiu que existem 12.415 alunos a aprender a língua portuguesa, mais do dobro do que existia em 1990 (6.118), enquanto o número de instituições com aulas de português aumentou de 221 em 2009 para 238 em 2013.

Indiana, 20 jan (Lusa) – O Departamento de Português e Espanhol de Universidade do Indiana, nos Estados Unidos da América (EUA), foi distinguido como um dos melhores do país pela Associação Americana de Professores de Espanhol e Português.

Dois professores do departamento, Vânia Castro e Estela Vieira, receberam ainda prémios por excelência no ensino de português.

Segundo a associação, citada na página na internet da universidade, a distinção foi atribuída “com base na excelência do seu ensino e nas oportunidades culturais e extracurriculares disponíveis para os alunos”.

“Os professores e os programas dão inúmeras oportunidades para os alunos se envolverem além de apenas aprenderem uma língua”, disse o presidente de associação, Israel Fernando Herrera.

O departamento tem, por exemplo, um grupo de teatro, chamado Vida, e organiza todos os anos um festival musical e um festival iberoamericano de cinema.

Em dois espaços diferentes, Café Hispano e Cafézinho, os alunos têm também possibilidade de ter sessões de conversação.

“É incrível ver como alguns alunos estão a licenciar-se em duas ou três áreas e ainda arranjam tempo para participar em atividades fora das aulas para aperfeiçoar as suas capacidades linguísticas”, disse Herrera.

AYS // MP – Lusa/Fim

 

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar