Lisboa, 14 de junho de 2021 – O MediaLab do Iscte – Instituto Universitário de Lisboa (MediaLab-IUL), apresentou hoje os primeiros relatórios mensais da nova fase do seu Barómetro de Notícias, referentes ao período entre janeiro e maio de 2021, um trabalho que inclui a colaboração da Priberam através da disponibilização das suas tecnologias de análise automatizada de conteúdos através de algoritmos de Inteligência Artificial.

O barómetro surgiu no final de agosto de 2011, no âmbito do Projeto Jornalismo e Sociedade do CIES-Iscte, e resulta da necessidade de tentar perceber quais os destaques que são feitos pelos jornalistas e editores na comunicação social portuguesa, nomeadamente para perceber melhor as agendas mediáticas e o valor que é atribuído às diferentes notícias.

O MediaLab começou a usar tecnologia de Inteligência Artificial da Priberam desde maio de 2020, designadamente aquela que a empresa portuguesa tem vindo a desenvolver no âmbito do projeto europeu MONITIO. Entre outras funcionalidades, este conjunto de ferramentas oferece uma plataforma de monitorização multilingue e em tempo real, capaz de – automaticamente – traduzir, filtrar, categorizar e produzir relatórios para profissionais de monitorização de média.

O trabalho mais intensivo com a plataforma da Priberam começou a ser feito pelo MediaLab desde janeiro de 2021 e estes são os primeiros relatórios a terem uma apresentação pública, algo que o MediaLab pretende que venha a ter uma periodicidade mensal.

De acordo com Ana Pinto Marinho, do MediaLab Iscte, “a utilização da tecnologia da Priberam possibilitou-nos mudar o foco do nosso trabalho, libertando-nos das tarefas de recolha da informação e permitindo-nos concentrar melhor os nossos esforços na parte da análise e investigação”.

“Sem o apoio destas ferramentas de Inteligência Artificial, era praticamente impossível a produção deste trabalho com os recursos humanos – e o tempo – disponíveis. O que isto nos permitiu, foi passar a fazer um melhor tratamento da informação, focando-nos mais na análise e investigação, na identificação das grandes histórias, das narrativas mais importantes, e não apenas nos destaques noticiosos”, referiu a mesma responsável.

Carlos Amaral, CEO da Priberam, salienta o facto de este ser um caso de estudo que representa as potencialidades da Inteligência Artificial em geral e do projeto MONITIO em particular: “com a utilização desta plataforma, não só a monitorização, classificação e geração de relatórios passou a ser feita de forma automática, como os recursos até agora utilizados nessas tarefas puderam ser realocados para uma análise mais aprofundada dos dados – um trabalho para o qual os seres humanos estão muito mais vocacionados.”

Mais informações em: https://medialab.iscte-iul.pt/barometro
Imagens de alta resoluçãohttps://fotos.aempress.com/Priberam/Barometro-ISCTE

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar