Oito anos após termos lançado este novo conceito da “cidadania lusófona”, ainda há muita gente que o estranha. Assumimo-nos, naturalmente, como cidadãos portugueses, por um lado, e como cidadãos do mundo, por outro. Assumimo-nos ainda, com a mesma naturalidade, como cidadãos europeus. Mas ainda não nos assumimos tão naturalmente como cidadãos lusófonos.

Seguindo o célebre “slogan” de quem assumiu como sua Pátria a língua portuguesa (falamos, claro está, de Fernando Pessoa), “primeiro estranha-se, depois entranha-se”. Chegará – estamos certos disso – o dia em que, naturalmente, nos assumiremos, todos, como cidadãos lusófonos.

Tal como ocorreu nos seis primeiros Congressos da Cidadania Lusófona, também o VII Congresso reunirá uma série de personalidades que muito se têm batido pelo reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – no plano cultural, desde logo, mas também nos planos social, económico e político. Uma vez mais, iremos agregar Associações da Sociedade Civil de todos os países e regiões do espaço lusófono, desta vez em torno do tema “A Lusofonia em tempos de pós-pandemia”.

O VII Congresso da Cidadania Lusófona irá decorrer em Novembro de 2021, nos dias 25 e 26 – o primeiro de trabalhos decorrerá on-line, para chegarmos a todos os públicos da Lusofonia, geograficamente dispersos pelos quatro cantos do mundo; o segundo dia decorrerá na nossa sede, no Palácio da Independência, em Lisboa, numa sessão presencial, aberta ao público, que se concluirá com a Entrega do Prémio MIL Personalidade Lusófona (2021) a Francisco Ribeiro Telles, ex-Secretário Executivo da CPLP: Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Renato Epifânio

Presidente do MIL: Movimento Internacional Lusófono

www.movimentolusofono.org

Ler mais: https://cidadanialusofona.webnode.com/

 

Clique na imagem para aceder ao programa

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar