Luanda, 19 jan (Lusa) – A Universidade de Coimbra vai colaborar com um instituto superior da Huíla, no sul de Angola, em projetos conjuntos de investigação e formação, no âmbito de um protocolo de cooperação que acaba de ser homologado.

O acordo entre aquela universidade portuguesa e o Instituto Superior de Ciências da Educação da Huíla, da cidade do Lubango, tem data de 2014 mas só foi promulgado pelo Governo angolano em despacho publicado a 30 de dezembro último, sendo válido por cinco anos.

O texto do acordo, a que a Lusa teve hoje acesso, prevê a elaboração de estudos científicos conjuntos, intercâmbios pedagógicos e científicos de docentes, investigadores, técnicos e alunos “com vista à lecionação e à participação em cursos e/ou outros programas de formação”.

Estão igualmente previstos eventos científicos e publicações conjuntas resultantes de trabalhos científicos realizados por equipas mistas das duas instituições.

O acordo vai ainda permitir promover formação pós-graduada nas duas instituições, bem como ciclos de palestras, conferências e seminários.

É ainda reconhecido o “interesse recíproco na construção de uma parceria de colaboração técnica e científica em diversos domínios do conhecimento comum a ambas as instituições”, bem como “a sua dinamização através da mobilização de recursos financeiros, logísticos, técnicos e humanos”.

Em 2015 foi anunciada a intenção de a Universidade de Coimbra avançar com um protocolo de colaboração com a Maternidade Central do Lubango, também na Huíla, no ramo da formação profissional de quadros na especialidade de ginecologia e obstetrícia.

PVJ // MP – Lusa/Fim
Pátio da Universidade de Coimbra. Coimbra, 16 de junho de 2013. PAULO NOVAIS / LUSA

Pátio da Universidade de Coimbra. Coimbra, 16 de junho de 2013. PAULO NOVAIS / LUSA

 

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar