A Universidade da Cidade de Macau (antiga Universidade Aberta Internacional da Ásia) vai ter uma faculdade de estudo da língua portuguesa, um centro de investigação dos países lusófonos e está a estudar a possibilidade de construir um novo campus, em Coloane. O anúncio foi feito ontem pelo reitor da instituição, Yan Zexian.

Como já havia sido anunciado, o antigo director do Instituto Português do Oriente (IPOR), Rui Rocha, será o responsável pelo ensino de português na universidade. A contratação de docentes será feita, “preferencialmente”, em Macau e Portugal, adiantou Yan Zexian.

Em relação ao novo campus, o reitor da Universidade da Cidade de Macau informou que o projecto será feito para “acolher seis mil pessoas”. No entanto, escusou-se a acrescentar outros pormenores.

Ontem ficou-se ainda a saber que os estatutos e programas dos novos cursos da instituição estão a ser analisados pelo Gabinete de Apoio ao Ensino Superior. Segundo Yan Zexian, “não deverá ser necessário um ano para ter uma resposta”. “Mas são necessários alguns meses para o processo ficar concluído”, concluiu o reitor. Ler o artigo completo.

 

Artigo relacionado:

Partilhar