O secretário-geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) admitiu hoje a possibilidade de a entidade lusófona poder vir a participar “em 2014 como observador” no fórum de cidades que antecede a cimeira ibero-americana.

Vitor Ramalho explicou à agência Lusa que foi nesse sentido que reuniu, em Madrid, com responsáveis da União de Cidades Capitais Ibero-americanas (UCCI), associação que agrupa 27 cidades das Américas e Europa e que “de certa maneira é uma entidade homóloga”.

O objetivo da reunião na capital espanhola, precisou o secretário-geral da UCCLA, passou por estabelecer “uma ligação” entre as duas entidades, que “apesar de atuarem em espaços diferentes seguem objetivos semelhantes”.

“O objetivo foi também tentar aproveitar possíveis sinergias para aproximar a realidade lusófona e ibero-americana e vice-versa”, afirmou Vitor Ramalho.

O secretário-geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa disse ter recebido “sinais positivos” nesse sentido por parte dos responsáveis do UCCI.

De acordo com Vitor Ramalho, no encontro as duas entidades falaram também da possibilidade de a UCCLA poder vir a participar – em 2014 – “como observador” no fórum preparatório que junta responsáveis das 27 cidades ibero-americanas e decorre antes das cimeiras anuais de Chefes de Estado e de Governo.

A próxima Conferência Ibero-americana, que terminará com a cimeira dos de Chefes de Estado e de Governo, terá lugar no Panamá nos dias 18 e 19 de outubro.

SK // PJA – Lusa/Fim

Partilhar