Esta plataforma de eLearning destina-se a estudantes e a profissionais dos países falantes de Português, em particular Portugal, Brasil, Angola e Moçambique. 

Em comunicado as duas entidades referem que «o novo projecto agrega quatro grandes áreas de formação: ensino superior; formação profissional e aprendizagem ao longo da vida; apoio à aprendizagem escolar; e formação livre». 

Sobre os objectivos deste projecto o comunicado adianta que os mesmos passam, por «promover a qualificação dos povos lusófonos e alargar as suas oportunidades de formação; desenvolver as mais modernas tecnologias da informação e da comunicação e difundir o seu uso para fins educativos; exportar produtos e serviços com grande incorporação de conhecimento nacional; valorizar económica e culturalmente a Língua e multiplicar os conteúdos em português na Internet; reforçar a cooperação e as relações económicas com os países e comunidades de Língua Portuguesa, designadamente com o Brasil, Angola e Moçambique». 

Para além das Universidade Aberta e da Leya o projecto está aberto à participação de outras instituições universitárias e de entidades formadoras de referência.

 

FONTE: iGOV

Partilhar