O país árabe vai sediar entre 24 e 26 de abril uma extensão do FESTin (Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa), que levará 12 títulos a serem apresentados no Instituto Cervantes em Túnis, e no Bmovie Ciné-Club, em Ariana. O evento surge de uma parceria do FESTin com a Embaixada do Brasil e conta com apoios das embaixadas de Portugal, da Espanha e do Instituto Cervantes.

A seleção das longas-metragens incluem o português “Uma Vida à Espera”, de Sérgio Graciano, coproduções de Portugal com o Brasil (“Praça Paris”, com Joana de Verona), com a Guiné-Bissau (“O Espinho da Rosa”) e os brasileiros “Antes que Eu me Esqueça” e “Todas as Cartas de Amor” – este último presente na Competição da próxima edição do FESTin, que vai decorrer entre 15 e 22 de maio. Para além destes filmes uma sessão que reúne várias curtas-metragens exibirá trabalhos de outros países lusófonos, como Angola, Cabo Verde, Moçambique e Timor-Leste.

Segundo a codiretora do FESTin, Léa Teixeira, será uma excelente oportunidade de expandir os horizontes dos países parceiros, levando aos autóctones e as comunidades oriundas das nações lusófonas na Tunísia uma rara oportunidade para visualizar obras em língua portuguesa.

FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

10ª edição – 15 a 22 Maio 2019, Lisboa

Cinema São Jorge | Cinema City Alvalade | Fórum Lisboa | Instituto Cervantes

www.festin-festival.com | www.facebook.com/festin.festival | www.twitter.com/festinlisboa

Partilhar