“Os professores são fundamentais para o ensino. Os professores portugueses  estão aqui a fazer um trabalho extraordinário e temos muito orgulho nos  professores portugueses que aqui estão”, disse Nuno Crato.

O ministro da Educação falava aos jornalistas no final da visita à Escola  Portuguesa de Díli, que hoje mudou o seu nome para Escola Portuguesa Ruy  Cinatti.

Sobre a Escola Portuguesa em Díli, Nuno Crato disse que estava à “espera  de encontrar uma escola organizada”, mas que é “sempre bom ver no local  o trabalho que os professores estão a fazer”, bem como o trabalho dos mais  jovens.

Aos mais jovens, o ministro da Educação disse para aprenderem para mais  tarde participarem na vida dos seus países.

A Escola Portuguesa de Díli entrou em funcionamento em 2002, tendo introduzido  o ensino secundário no ano letivo de 2008/2009.

Atualmente, a escola conta com mais de 700 alunos espalhados entre o  pré-escolar e o ensino secundário e 63 professores portugueses.

Nuno Crato iniciou na terça-feira uma visita oficial de cinco dias a  Timor-Leste.

Durante a sua estada no país, o ministro da Educação português vai inaugurar  Escolas de Referência em cinco distritos do país.

Esta é a primeira viagem oficial a Timor-Leste de um membro do novo  governo português.

 

Lisboa, 24 jan (Lusa) O número de professores portugueses em Timor-Leste vai duplicar a partir deste ano, anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal.

Em nota enviada à agência Lusa, a diplomacia portuguesa indica que, em resultado de um novo protocolo, “Portugal duplicará o número de professores portugueses contratados, dos atuais 80 para aproximadamente 170”.

Estes docentes “serão colocados em todos os 13 distritos do território timorense” e a cooperação portuguesa contribuirá ainda “para a formação de 7000 candidatos a professores timorenses, bem como de professores que lecionam atualmente nos níveis básico e secundário, num universo escolar que compreende 300 mil alunos”, acrescenta o comunicado.

 

FONTE: SIC Notícias (25/1)SIC Notícias (24/1)

 

Artigo relacionado: Nuno Crato em Timor

Partilhar