Os dados são da Agência Nacional de Comunicações (ANAC) cabo-verdiana e indicam que, globalmente, todos os serviços de comunicações no país registaram crescimento em 2013, à exceção da rede fixa, cujo número de assinantes diminuiu de 70 mil para 66 mil, representando um decréscimo de 5, 8% em relação a 2012.

No tráfego na Internet, a banda larga móvel foi a que mais cresceu, com o número de assinantes a passar de 212 mil para 234 mil, um aumento de 7, 8%, enquanto o serviço de acesso via ADSL cresceu 7%.

A televisão por assinatura cresceu 20%, mas ainda representa uma fraca penetração na sociedade, com apenas 2%.

JSD // APN – Lusa/Fim

Foto: Um habitante passeia de bicicleta, numa rua da cidade do Mindelo, Cabo Verde 03 dezembro de 2012. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar