Os 100 erros mais comuns

Sem Dúvidas a Português

Quer seja um iniciante a tentar resolver dúvidas comuns ou um especialista à procura de desafios, este livro é para si. Sem Dúvidas a Português, da professora Lúcia Vaz Pedro, autora, formadora e consultora do Ciberdúvidas da Lingua Portuguesa, é o livro de que precisa para esclarecer todas as suas dúvidas, da oralidade à escrita. […]

Sem Dúvidas a Português Ler mais »

Os 10 erros gramaticais mais comuns na língua portuguesa

Não deixe que os erros gramaticais comprometam a sua comunicação escrita. Aprenda a evitá-los com estas dicas essenciais! Por Luísa Monteiro Confusão entre “porque”, “porquê”, “por que” e “por quê” Uma das confusões mais comuns em português é entre essas quatro palavras. “Porque” é uma conjunção usada para indicar uma causa ou razão, enquanto “porquê”

Os 10 erros gramaticais mais comuns na língua portuguesa Ler mais »

Português: os 12 erros mais irritantes

Há erros enraizados no discurso verbal de muitos portugueses. Fique a conhecer alguns deles!  Por ncultura 27/03/2022 Cada um tem as suas irritações da língua. Pois lembrei-me de perguntar aos leitores quais os erros mais irritantes da língua portuguesa. Eis as respostas… Marco Neves Ao preparar o meu último livro, lembrei-me de pedir aos leitores da

Português: os 12 erros mais irritantes Ler mais »

Fala sem erros

100 respostas às tuas maiores dúvidas de língua portuguesa SANDRA DUARTE TAVARES Fala sem erros apresenta 100 respostas às tuas dúvidas mais frequentes de língua portuguesa. Tens nele o teu “kit de sobrevivência”: finta os erros que dás quando falas ou escreves; remata contra todas as tuas questões sobre a utilização correta de determinadas palavras ou

Fala sem erros Ler mais »

A dor de cabeça das percentagens

Nos jornais, na televisão, nos trabalhos académicos, em livros de não-ficção (e de ficção) e até no futebol, as percentagens são um elemento a que recorremos diariamente. E porquê? Porque apresentar uma determinada informação sob a forma de percentagem — isto é, sob a forma de uma parcela de 100 — não só a torna

A dor de cabeça das percentagens Ler mais »

O flagelo dos particípios passados

Omitido ou omisso? Ganhado ou ganho? Entregado ou entregue? Encarregado ou encarregue? São perguntas que nos assolam a todos e, na maior parte dos casos, em situações bem pouco cómodas. E porquê? Porque não sabemos a regra e, muitas vezes, não percebemos bem qual o valor destas formas. Então, antes de mais, saibamos que as

O flagelo dos particípios passados Ler mais »

A omissão da consoante -s antes do pronome -nos (e de mais nenhum!)

No nosso dia-a-dia não falamos de termos como «conjugação pronominal» ou «conjugação pronominal reflexa», mas a verdade é que todos nós as usamos diariamente. A «conjugação pronominal» é o conjunto de formas flexionadas de um determinado verbo em associação aos pronomes pessoais átonos (também chamados clíticos): -me, -te, -lhe, -o, -a, -nos, -vos, -lhes, -os, -as, -se. Vejamos alguns exemplos: 1) «Ele tinha um carro antigo. O

A omissão da consoante -s antes do pronome -nos (e de mais nenhum!) Ler mais »

Estada ou estadia?

Há umas semanas, acabada de chegar a um hotel, diziam-me na recepção: «Boa estadia!». Foi aqui que surgiu a ideia de escrever, na Escrivaninha, no próximo 100 erros, sobre esse par confuso que é «estada» e «estadia». É certo que o erro está amplamente disseminado. Faça-se uma pesquisa no Google por férias e hotéis e

Estada ou estadia? Ler mais »

Scroll to Top