Evanildo Bechara: ‘Onde’, ‘aonde’ e ‘donde’

Evanildo Bechara: ‘Onde’, ‘aonde’ e ‘donde’

Rio – Um leitor assíduo desta coluna nos pede que expliquemos o emprego de ‘até onde’ no título que pusemos em artigo anterior (3/4/11): ‘Até onde vai a competência da ortografia das academias’. E pergunta se poderia também dizer ‘até aonde’ no aludido título. A...
500 anos da Língua Portuguesa no Brasil

500 anos da Língua Portuguesa no Brasil

Evanildo Bechara (primeira parte) – Bom dia. Não poderia começar as minhas considerações de hoje sem, em primeiro lugar, um agradecimento muito especial à nossa presidente, representante do magnífico reitor, professora Ana Maria Fernandes, aos nossos queridos...