Lisboa, 22 jul (Lusa) – A atriz brasileira Sónia Braga venceu hoje o prémio Platino de Cinema Ibero-Americano para melhor atriz pelo filme “Aquarius”, distinção hoje conhecida em Madrid, capital espanhola.

O filme “Aquarius”, do realizador brasileiro Kléber Mendonça Filho, sobre memória, persistência e vida na cidade, estreou-se em março nos cinemas portugueses e deu a Sónia Braga, de 67 anos, a distinção de representação feminina na edição deste ano dos Prémios Platino.

“Cartas da Guerra”, do português Ivo Ferreira, e a produção luso-espanhola “A Morte de Luís XIV”, de Albert Serra, estavam nomeados para os prémios, mas ambos saíram de Madrid sem conquistas.

O primeiro estava indicado para três prémios: Melhor Direção Artística, de Nuno Gabriel de Mello, Melhor Fotografia, de João Ribeiro, e Melhor Direção de Som, por Ricardo Leal e Tiago Matos, ao passo que “A Morte de Luís XIV” estava nomeado para o prémio de Melhor Direção de Arte.

O grande vencedor da noite foi o argentino “El ciudadano ilustre”, que conquistou os prémios de melhor filme, melhor argumento e melhor ator (Oscar Martínez).

Pedro Almodóvar, com “Julieta”, levou para casa o troféu de melhor realizador.

Os prémios Platino, apresentados como os “Óscares latinos”, cumpriram hoje a quarta edição e têm por objetivo distinguir a produção ibero-americana.

PPF (SS) // PMC – Lusa/Fim
close
Subscreva as nossas informações
Partilhar