“Estou muito satisfeito por perceber que o pedido de adesão à ASEAN é um consenso na liderança de Timor-Leste”, afirmou aos jornalistas Surin Pitsuawan, no final de um encontro com o Presidente timorense, Taur Matan Ruak.

O secretário-geral da ASEAN, que termina o mandato no final do ano, iniciou na terça-feira uma visita oficial de dois dias a Timor-Leste, tendo mantido encontros com as autoridades timorenses.

“Queríamos ter a certeza de que a política não mudou com a mudança de Governo. Há um compromisso único e isso é bom e soubemos quais os planos, estratégias e políticas que foram postas em prática para que Timor-Leste avance para o futuro”, salientou o tailandês Surin Pitsuawan.

“Isso faz-me acreditar que Timor-Leste vai avançar para o futuro com confiança, estabilidade, prosperidade e segurança garantida”, acrescentou.

A candidatura de adesão de Timor-Leste à ASEAN foi admitida em novembro de 2011 durante a conferência de chefes de Estado e de Governo daquela organização, realizada em Bali.

O Presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, defendeu que Timor-Leste deveria entrar como membro de pleno direito na cimeira de 2013, mas Singapura tem defendido que seja só no ano 2015.

Singapura tem levantado algumas reservas à entrada de Timor-Leste na ASEAN, relacionadas com a preparação dos recursos humanos timorenses.

Questionado sobre o que Timor-Leste precisa de melhorar para fazer parte da ASEAN, Surin Pitsuawan disse que o país está a “fazer as coisas certas”.

“As coisas não se conseguem de um dia para o outro. Há uma grande vontade e empenho”, afirmou, sublinhando que a educação e a qualidade dos recursos humanos é muito importante.

“Penso que a educação é extremamente importante, aqui e em muitos Estados-membros da ASEAN. A qualidade dos recursos humanos é extremamente importante. Não só para desenvolverem o seu país, mas também para competir na comunidade da ASEAN e a nível global”, acrescentou.

A deslocação do secretário-geral da ASEAN a Timor-Leste termina na quinta-feira com visitas ao Cristo Rei e ao Museu da Resistência timorense.

A ASEAN, criada a 08 de agosto de 1967, tem como principais objetivos fomentar o crescimento económico e a estabilidade na região do sudeste asiático.

São Estados-membros da ASEAN, Singapura, Indonésia, Tailândia, Filipinas, Malásia, Brunei, Vietname, Birmânia, Laos e Camboja.

 

MSE // VM.

Lusa/Fim

oto: LUSA – O secretário-geral da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), Surin Pitsuawan (D) durante um encontro com o ministro dos Negócios Estrangeiros timorense, José Luís Guterres (E) no âmbito do pedido de adesão de Timor-Leste àquela organização, em Díli , Timor-Leste, 04 de novembro de 2012. ANTONIO AMARAL/LUSA

 

Artigo relacionado:

Partilhar