8 March 2021
Escritor, tradutor e crítico literário, Richard Zenith é responsável pela tradução para inglês de autores como Camões, Sophia de Mello Breyner ou Antero de Quental. E, claro, de Fernando Pessoa.

Richard Zenith vence Pessoa 2012

Tem 56 anos, nasceu em Washington mas vive em Portugal (Carrapateira) há 25 anos, os últimos cinco já com dupla nacionalidade, e é um dos mais consagrados tradutores das obras de autores portugueses.

Richard Zenith, hoje distinguido com o Prémio Pessoa 2012, já tinha sido premiado anteriormente pelo Pen Club, pela Gulbenkian ou pela Academy of American Poets pelos seus trabalhos de tradução de autores como Luis de Camões, Sophia de Mello Breyner ou António Lobo Antunes. E, claro, de Fernando Pessoa um dos autores maiores da cultura portuguesa e de quem Zenith é um dos maiores divulgadores.

Este ano, Richard Zenith foi um dos curadores da exposição “Fernando Pessoa, Plural como o Universo”, que decorreu entre fevereiro e maio na Fundação Calouste Gulbenkian. A mostra, que passou antes pelo Rio de Janeiro e São Paulo, foi um marco na divulgação da vida e obra do autor do “Livro do Desassosego”. E um recorde absoluto de visitantes.

 

Paixão pelo conhecimento

Este ano, o júri do Prémio Pessoa decidiu distinguir Richard Zenith. Na ata que justifica a escolha, salienta-se o facto de o autor ter “posto o conhecimento acumulado ao longo de décadas ao serviço disciplinado e metódico de uma paixão”. “Com lucidez, Richard Zenith é, não apenas um editor da obra pessoana, um explicador da heteronímia, mas também o grande tradutor da sua poética para a língua inglesa”, acrescenta Ler o artigo completo.

 

Foto: LUSA – Fotografia de arquivo datada de 24-10-2010 de Richard Zenith, ANTONIO PINA / LUSA

Também poderá gostar

Sem comentários