“Aos meus amigos portugueses de Lisboa e brasileiros que vivem em Portugal, gostaria de convidar para uma palestra/recital que farei às 18hs do próximo dia 13 de novembro, quinta-feira, na Casa Fernando Pessoa, a convite da 8 Séculos de Língua Portuguesa-Associação“.

Lauro Moreira, ao ter de traçar o seu perfil, diz:

Em vez de postar um curriculum  vitae, cedo a palavra ao jornalista brasileiro Renato Mendes, residente então em Lisboa (2008), que depois de longas entrevistas comigo e de ouvir algumas personalidades portuguesas e brasileiras, produziu este generoso perfil que transcrevo:

É autêntico afirmar que em Lisboa, talvez em Portugal, o embaixador brasileiro e homem de cultura, Lauro Moreira, seja o principal difusor da cultura brasileira, através de projetos próprios e de iniciativas com a chancela da Missão do Brasil junto a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa).

“Pareceu sempre um homem de grande cultura. E eu fiquei muito satisfeito quando o nomearam para embaixador junto à CPLP. O que foi uma grande distinção que o Lula fez, e muito merecida aliás para a CPLP, porque significou que o Lula tem uma percepção que os outros (presidentes brasileiros) tiveram menos”.

Projetos ligados à cultura e à arte permeiam a carreira de Lauro Moreira. O projeto musical “Solo Brasil” foi por ele criado em 1992, quando estava  como Cônsul-Geral em Barcelona. O espetáculo, um panorama contextualizado da melhor música feita no Brasil ao longo do século vinte, foi então apresentado em 22 cidades espanholas, com imenso sucesso, por um grupo de músicos brasileiros residentes na Espanha e reunidos pelo embaixador Lauro. A partir de 1999, já como Diretor do Departamento Cultural do Itamaraty, o embaixador aperfeiçoou  o projeto, mantendo o mesmo formato musical e didático,   mas contando agora com um novo e brilhante conjunto de músicos residentes no Brasil. O novo Grupo Solo Brasil já viajou por 20 países e mais de 40 cidades brasileiras, sempre com o mesmo êxito.

A literatura e a poesia sempre estiveram presentes na vida do embaixador. Em 1997, grava o seu primeiro CD, “Mãos Dadas”, em que interpreta 85 poemas de 28 poetas originários de todos os países de língua portuguesa. O título “Mãos Dadas” foi extraído de um conhecido poema homónimo  de Carlos Drummond de Andrade. Ler mais »


 

 

Rua Coelho da Rocha, 16
Campo de Ourique
1250-088 Lisboa
Tel.: +351 213 913 270
E-mail: info@casafernandopessoa.pt

Observatório da Língua Portuguesa
autores Observatório da Língua Portuguesa

Partilhar