3 March 2021
O desporto tem "um grande peso" na promoção da língua portuguesa, disse hoje o presidente do Observatório da Língua Portuguesa, Eugénio Anacoreta Correia, ao destacar a oportunidade dos grandes eventos desportivos no Brasil para uma maior difusão.

Promoção passa pelo desporto, diz presidente do Observatório

Eugénio Anacoreta Correia falava num seminário subordinado ao valor da língua portuguesa, realizado no Instituto Politécnico de Macau.

“Vão ouvir falar nisto: daqui a quatro anos o português vai ser pela primeira neste século língua oficial, ao lado do inglês e do francês, nos Jogos Olímpicos; isto é um valor cultural. Daqui a dois anos, o português vai ser a língua oficial do Campeonato do Mundo de Futebol; isto é um valor cultural (…) e isto faz a promoção da Língua”, afirmou.

O presidente do Observatório da Língua Portuguesa voltou a sublinhar o papel do desporto na promoção do português pelo mundo, ao referir a lista das personalidades com maior notoriedade no mundo lusófono referidas no estudo “O valor da língua portuguesa: uma perspetiva económica e comparativa”.

“Em primeiro lugar está um homem [Lula da Silva, antigo Presidente do Brasil], que sempre falou em português e, porventura, ninguém promoveu tanto o português como ele, mas o segundo [da lista] é o Ronaldinho Gaúcho e o terceiro é o Cristiano Ronaldo. Aqui está o peso que o desporto tem a promover a língua portuguesa”, comentou.

Eugénio Anacoreta Correia referiu que o “enorme” valor cultural da língua portuguesa e invocou que o seu poder da língua assenta no tripé formado pela política, economia e cultura, conjunto por onde, na sua opinião, deve passar a difusão da mesma.

“Este século XXI, no meu ponto de vista, vai ser um século de globalização da cultura e a globalização da cultura vai ser um fator que vai ajudar ao melhor entendimento entre as nações e os povos e vai ser um fator da paz, da cooperação e da solidariedade entre os povos. E esta é uma vantagem da língua portuguesa”, afirmou o antigo embaixador de Portugal em Cabo Verde.

 

FV.

Lusa/Fim

Também poderá gostar

Sem comentários