26 February 2021
A presidente da Assembleia da República portuguesa propôs à presidência timorense da CPLP a criação de um novo programa, denominado provisoriamente como "Pessoa" para a mobilidade de estudantes do ensino superior e profissional.

Programa para mobilidade de estudantes na CPLP

A proposta de Assunção Esteves foi hoje entregue por uma delegação de deputados portugueses que está de visita a Timor-Leste ao ministro de Estado e Coordenador de Assuntos Sociais e ministro da Educação timorense, Fernando La Sama Araújo.

O documento de trabalho foi entregue por cinco deputados de uma delegação do Grupo Parlamentar de Amizade (GPA) Timor-Leste-Portugal, composta pelo presidente Arménio Santos (PSD), pelos vice-presidentes Antónia Almeida Santos (PS) e Inês Teotónio Pereira (CDS-PP) e ainda pelos deputados João Ramos (PCP) e Helena Pinto (BE).

Em nome da delegação, Arménio Santos disse à Lusa que “faz todo o sentido” o envolvimento cada vez maior da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) no processo de apoio ao ensino do português, assunto, disse, que tem sido discutido ao nível das recentes reuniões da Assembleia Parlamentar da organização lusófona em que se defendeu “a necessidade de uma convergência ao nível da língua, educação e cultura no espaço” da organização lusófona.

“Da parte de Portugal, há todo o empenho para estimular, incentivar, apoiar e participar na uniformização de uma política de apoio à língua portuguesa nos países onde há mais dificuldades”, afirmou.

Segundo o documento de trabalho, o programa de mobilidade permitiria a alunos de qualquer dos Estados-membros da CPLP desenvolver parte do seu ciclo de estudos numa instituição equivalente de outro país da CPLP, beneficiando para isso de uma bolsa da organização lusófona.

O programa abrangeria tanto estudantes do ensino superior como de cursos de formação profissional e ajudaria a partilhar conhecimento, trocar informações e boas práticas entre as instituições e reforçar a comunidade como “uma comunidade de língua”.

A ideia para a criação de um programa piloto na CPLP idêntico ao europeu Erasmus foi primeiro aprovada na Assembleia Parlamentar da CPLP de novembro de 2013, em Luanda.

Esta proposta de Assunção Esteves deverá ser debatida ao nível da Assembleia Parlamentar da CPLP, da Presidência Executiva e durante a reunião dos ministros de Educação da CPLP prevista para 17 de abril, em Díli.

ASP // VM – Lusa/Fim




Também poderá gostar

Sem comentários