3 March 2021

Programa de Promoção Cultural Portuguesa no Brasil

Lisboa, 14 jan (Lusa) – O PSD quer lançar um Programa de Intervenção Cultural no Brasil, na sequência do incêndio no Museu da Língua Portuguesa de São Paulo, a 21 de dezembro passado, tendo hoje apresentado um projeto de resolução nesse sentido.

Para os deputados social-democratas, o incêndio “veio salientar a importância” da relação cultural de Portugal com o Brasil enquanto “maior país do universo da Lusofonia e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)”.

Descrevendo o Museu em São Paulo como “um dos mais importantes polos de atração daquela cidade, promovendo a importância da presença da Língua Portuguesa no mundo e divulgando-a junto de visitantes das mais variadas origens”, o PSD considera que o incêndio interrompeu a divulgação do português “exatamente no momento em que a CPLP celebra o seu 20.º aniversário”, o que obriga à adoção de “um plano de comemorações adequado e em que o papel da Língua Portuguesa no Mundo deve estar particularmente presente”.

Os parlamentares social-democratas julgam ainda necessário recuperar o projeto da criação de “uma Escola Portuguesa em São Paulo e dos Centros Culturais Portugueses naquela cidade e no Rio de Janeiro”, iniciativas que conheceram “significativos desenvolvimentos nos últimos anos” e “importa que não caiam no esquecimento”.

“Entendemos que não haverá melhor forma de traduzir, em termos práticos, a solidariedade de Portugal com as autoridades e o povo brasileiro, a propósito do incêndio no Museu da Língua Portuguesa de São Paulo, do que dar plena sequência a estes projetos, lançando igualmente um Programa Cultural de significativa dimensão que torne ainda mais evidente a nossa presença no Brasil”, acrescentam.

Nesse sentido, o projeto de resolução do PSD pretende que o governo “proceda à rápida criação da Escola Portuguesa de São Paulo, a exemplo do que se tem vindo a verificar noutras cidades capitais de países lusófonos” e que, em articulação com as autoridades locais e instituições comunitárias, avance rapidamente “com a criação dos Centros Culturais Portugueses do Rio de Janeiro e de São Paulo”.

O Partido Social Democrata quer igualmente ver definido “um Programa de Promoção Cultural Portuguesa no Brasil, que envolva instituições como o Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro, a Casa de Portugal de São Paulo, o Gabinete Português de Leitura da Baía, o Gabinete Português de Leitura de Pernambuco e o Grémio Literário de Belém do Pará, que deverão ser especialmente apoiadas para a requalificação do respetivo património arquitetónico e a preservação dos seus acervos culturais”.

Os deputados do PSD recomendam ainda que “o financiamento inicial destas ações seja feito através da afetação de uma percentagem das significativas receitas que os serviços consulares portugueses ali recolhem anualmente”.

HSF // EL – Lusa/fimPortugal e Brasil

Também poderá gostar

Sem comentários

ARTIGOS POPULARES