24 February 2021
Vários actores que integram o grupo "Hermengarda", ligado ao teatro A Barraca, passeiam pelas ruas de Lisboa vestidos à imagem do poeta Fernando Pessoa, lembrando que a grande figura do primeiro modernismo português está viva, a 27 de setembro de 1989. António Cotrim / Lusa

Primeira tradução chinesa de Alberto Caeiro lançada em Xangai

Inicialmente previsto para maio, o lançamento coincide com a Feira do Livro de Xangai, que decorrerá de 14 a 20 de agosto na maior e mais cosmopolita cidade chinesa.

“Para um livro de poesia, a tiragem desta primeira edição pode ser considerada boa”, referiu a mesma fonte.

O livro, com cerca de 300 páginas, inclui um prefácio assinado por Ricardo Reis, outro heterónimo de Pessoa.

“Alberto Caeiro é a matriz dos outros heterónimos e a base dos fundamentos filosóficos de Fernando Pessoa”, realçou à agência Lusa a tradutora, Min Xuefei.

A publicação assinala o início de uma coleção dedicada ao poeta português, estando já previsto também um volume com os poemas de Ricardo Reis e uma nova tradução de “O Livro do Desassossego”, a mais conhecida obra de Pessoa na China, mas traduzida a partir da versão em inglês.

A referida coleção será editada pela Commercial Press, uma das mais antigas editoras chinesa, fundada em Xangai em 1897 e conhecida sobretudo pelos seus dicionários.

Min Xuefei, a tradutora, de 35 anos, é professora de português na Beida (Universidade de Pequim).

Numa entrevista concedida em fevereiro passado à Lusa, Min Xuefei considerou Fernando Pessoa “um autor universal” e afirmou que a “filosofia” do poeta português “por vezes faz lembrar o taoismo e o budismo”.

“Já mostrei a tradução [dos poemas de Alberto Caeiro] a alguns poetas chineses e eles gostaram muito”, disse.

AC // HB – Lusa/Fim

Foto: Vários actores que integram o grupo “Hermengarda”, ligado ao teatro A Barraca, passeiam pelas ruas de Lisboa vestidos à imagem do poeta Fernando Pessoa, lembrando que a grande figura do primeiro modernismo português está viva, a 27 de setembro de 1989. António Cotrim / Lusa

 

Também poderá gostar

Sem comentários

ARTIGOS POPULARES