Olinda Beja, com “Histórias da gravana” na categoria Conto/Crónica, é o primeiro escritor(a) santomense a fazer parte da lista dos nomeados, que tem como critério principal as obras publicadas no Brasil, em 2011.

A lista dos 60 nomes saiu de um total de 502 livros inscritos: 165 obras na categoria Poesia, 139 em Conto/Crónica e 198 em Romance.

Os 274 jurados que seleccionaram os 60 nomeados também definiram o júri intermediário e final que escolherá os autores nas próximas etapas do Prémio onde serão anunciados 12 finalistas  e em Novembro, os vencedores.

Este Júri será formado por: Alcides Villaça, Antonio Carlos Secchin, Benjamin Abdala Júnior, Leyla Perrone Moisés, Manuel da Costa Pinto e Maria Esther Maciel.

De acordo com os promotores, a reformulação do Prémio e a separação por categorias privilegia e promove a diversidade dos géneros literários, valorizando as características singulares de cada género literário e amplia a visão comum a respeito da literatura lusófona.

Nem por isso, deixa de distinguir um grande vencedor, com a escolha, simultânea e entre os três vencedores de cada categoria, do Grande Prémio de 2012. Ler o artigo completo (SAPO)

 

Artigos relacionado:

 

Partilhar