24 February 2021
A Universidade de Santiago, de Cabo Verde, e o Instituto Politécnico de Leiria (Portugal) rubricaram hoje um protocolo para cooperarem em graduação e pós-graduação e fazerem intercâmbio de estudantes e professores.

Politécnico de Leiria assina cooperação com Universidade cabo-verdiana

Segundo o reitor da Universidade de Santiago, Gabriel Fernandes, o protocolo de cooperação rubricado com o Instituto Politécnico de Leiria (Portugal) é uma “convergência” de propósitos entre as duas instituições.

Gabriel Fernandes defendeu que, com o documento assinado com o Instituto Politécnico de Leiria, está dado o “passo consistente” no reforço dessa relação.

“Esse protocolo é um instrumento ao serviço de um projeto que será voltado para a potenciação das nossas relações, o redimensionamento de algumas ofertas formativas graduadas e pós-graduadas, assim como para a promoção da cultura científica”, referiu.

Gabriel Fernandes disse estar convencido de que em pouco tempo as duas instituições de ensino superior terão “ações concretas” resultante desse protocolo.

“Já no início do próximo ano letivo, que começa em Setembro, teremos programas de pós-graduação, programas de fomento e de consolidação das atividades de intercâmbio, programa de cooperação, ações essas que terão impactos favoráveis na vida dos profissionais cabo-verdianos”, apontou.

Por sua vez, o presidente da Instituto Politécnico de Leiria, Nuno André, classificou o protocolo de “estratégico” e afirmou que irá permitir à sua instituição estar “muito presente” nos projetos da Universidade de Santiago.

“Já identificamos áreas de colaboração ao nível da pós-graduação, da formação contínua, da mobilidade dos estudantes e dos professores, que vão ser as nossas prioridades como desafios”, disse.

Na perspetiva de Nuno Pereira, com as “competências” que as duas instituições têm e com a “união de esforços”, as atividades a serem desenvolvidas vão trazer “mais-valia”.

 

CLI // APN – Lusa/fim

Também poderá gostar

Sem comentários