27 February 2021

Orçamento do Instituto de Língua Portuguesa reforçado para 310 mil euros

Brasília, 01 nov (Lusa) – O orçamento do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP) para 2017 foi reforçado em 55 mil euros para cerca de 310 mil euros, segundo decisão dos chefes de Estado e de Governo da CPLP.

Os líderes lusófonos reunidos em Brasília decidiram aumentar o orçamento do IILP, um órgão da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) que tem estado praticamente paralisado por falta de financiamento.

O país que mais contribui para o orçamento do instituto, no valor global de 309.953, 91 euros, é o Brasil, com 96, 8 mil euros, seguindo-se Portugal, com 74, 2 mil, e Angola, com 48, 4 mil euros.

Os chefes de Estado e de Governo da CPLP decidiram também renovar o mandato da moçambicana Marisa Mendonça à frente do IILP por mais dois anos.

A criação do IILP foi proposta em 1989 pelo então Presidente do Brasil, José Sarney, mas só viria a ser oficlamente criado em 2002, na VI reunião de Conselho de Ministro da CPLP, realizada em São Tomé e Príncipe.

Os objetivos do IILP são “a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais”, de acordo com os estatutos.

Integram a CPLP Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

VM // PJA/NS – Lusa/Fim

Também poderá gostar

Sem comentários

ARTIGOS POPULARES