27 February 2021
O acordo que permitirá a criação do Observatório da Língua Portuguesa (OLP) em Cabo Verde, foi firmado hoje na Cidade da Praia entre o Reitor da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), Paulino Fortes e o presidente do OLP, Anacoreta Correia.

Observatório da Língua Portuguesa (OLP) em Cabo Verde

A adenda ao protocolo de cooperação rubricado pelas duas instituições em Agosto de 2011 na Academia das Ciências de Lisboa, que permitirá criar antenas do OLP em Cabo Verde, aconteceu à margem da sessão de abertura do acto central das comemorações alusivas ao “2012, Ano da Língua Portuguesa na Uni-CV”, à evocação do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) que se comemora dia 05 de Maio.

“No dia que ficará marcado também pela realização do primeiro ciclo de conferências ‘A Universidade de Cabo Verde e os desafios actuais da Língua Portuguesa’, a adenda ora assinado vai permitir a concretização de novas formas de cooperação entre a Uni-CV e o OLP”, disse Paulino Fortes.

Observatório da Língua Portuguesa vai ficar situado no Plateau, Cidade da Praia, numa instalação cedida pela Uni-CV.

Para Anacoreta Correia, a Língua Portuguesa é um património imaterial da CPLP que deve ser preservado.

Entretanto, durante o ciclo de conferências, os participantes vão debater entre outros temas: “A língua como objectivo de política”; “O valor económico da língua portuguesa”; “A língua portuguesa e o ensino das ciências fundamentais”. Ler o artigo completo (SAPO)

Também poderá gostar

Sem comentários