“O Movimento Ação Cidadã pretende contribuir para a valorização das referências positivas nacionais” e para a “criação de líderes”, com respeito pelo “trabalho” e “meritocracia”, refere o documento que apresenta o projeto HomenageArte.

Nos dias 15, 16 e 17 de dezembro, Flora Gomes vai ajudar 15 jovens guineenses a realizar uma curta-metragem durante uma oficina de cinema intitulada “Semear um sonho”.

Um conjunto de trabalhos académicos sobre a obra do realizador vai ser apresentado numa conferência marcada para dia 18 e para dia 20 está marcada uma gala dedicada ao cineasta com a participação dos cantores Zé Manel Fortes e Karyna Gomes.

A oficina vai decorrer no Escola de Artes e Ofícios do Bairro do Quelelé, enquanto a conferência e a gala estão marcadas para unidades hoteleiras da capital.

A gala tem o título “Flora Gomes e Os Óculos do Sonho”, numa alusão a um par de óculos que surge no filme “Repúbllca di mininus”, um das longas-metragens do cineasta.

No filme, esses óculos permitem ver como será o futuro.

As 64 anos, Flora Gomes é considerado um dos históricos realizadores da Guiné-Bissau e soma várias distinções pela sua obra.

LFO // PJA – Lusa/fim

Foto: extraída de C7nema

 

Partilhar