2 March 2021

O umbigo do mundo de Umberto Eco era em Portugal

“Se eu conseguia imaginar um castelo templário, assim era Tomar”, acabaria por escrever. O passeio inspirou várias páginas e descrições de um dos seus romances mais conhecidos e punha Tomar no mapa com o carimbo de “umbigo do mundo”, recordou no Facebook Andreia Galvão, diretora do Convento de Cristo.

“Eco esteve várias vezes em Portugal e gostava particularmente da Cidade de Tomar, que visitava sempre que podia, chegando mesmo a apelidá-la de ‘Umbigo do Mundo’ (l’ombelico del mondo), expressão italiana para lugares cuja beleza e central importância se equiparam à da outrora capital do Império Romano”, escreveu a diretora.

Tomar_-_Convento_de_Cristo_-_Charola_(1)

Tomar – Convento de Cristo – Charola

“Referiu ainda, através de um dos seus personagens desse romance, que se comoveu ao entrar na Charola, o templo octogonal que reproduz o do Santo Sepulcro, núcleo de todo o monumento e onde tudo começou”, continua no mesmo post, partilhado por mais de uma centena de pessoas. Ler mais (O Observador)

Também poderá gostar

Sem comentários