As disciplinas de língua portuguesa e inglesa serão introduzidas no currículo académico 2016, na Escola Superior Politécnica, afecta à Universidade Mandume Ya Nedmufayo, informou hoje, sexta-feira, a Angop o director da referida instituição, João Cadete.

Disse que uma das prioridades desta instituição para o ano académico, que arranca em Março, será a introdução do português e o inglês, sobretudo, e numa primeira fase, no primeiro ano de cada curso, e posteriormente aos demais.

João Cadete salientou ainda que todo o estudante do ensino superior deve ter o domínio destas duas cadeiras fundamentalmente para aqueles que estão a fazer os cursos de engenharia.

“ Hoje é bom que o engenheiro domine um pouco da língua inglesa porque tem sido a base internacional das literaturas, e da língua portuguesa, que os estudantes utilizarão para a elaboração dos seus projectos ao longo da sua vida profissional”, acrescentou.

Para concretização deste processo, a instituição vai trabalhar com a colaboração de alguns padres que poderão leccionar a língua portuguesa e do próprio ministério do Ensino superior no sentido de ajudar a encontrar quadros que possa administrar a língua inglesa.

Para este ano, o responsável garantiu maior controlo e eficiência dos docentes, dando a formação necessária para aqueles que ainda carecem de alguns conhecimentos pedagógicos por forma a diminuir o número de reprovações e manter assim o prestígio da instituição no que tange a formação de quadros.

Aos estudantes que vão ingressar pela primeira vez nesta instituição de ensino superior aconselhou a serem humildes, dedicados, disciplinados e, acima de tudo, respeitar os professores  e todos aqueles que fazem parte do sistema educativo. Ler o artigo completo

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar