Maputo, 15 fev (Lusa) – Os governos moçambicano e do Reino de eSwatini assinaram hoje um acordo para cooperação na ciência e tecnologia, um instrumento que prevê investigação conjunta e a troca de experiências nestas áreas, informa um comunicado oficial das autoridades de Maputo.

“O memorando de entendimento é testemunho de que os dois países pretendem levar avante um projeto comum rumo ao desenvolvimento económico e social, através da cooperação nas áreas específicas identificadas no entendimento jurídico”, disse o ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Jorge Nhambiu, citado no documento.

O governante moçambicano falava hoje em Maputo, momentos após a assinatura do memorando com a ministra da Informação, Comunicação e Tecnologia do Reino de Eswatini, a princesa Shikanyiso.

O memorando de entendimento entre as partes prevê a cooperação em projetos de investigação conjuntos e intercâmbio de conhecimentos e experiências no desenvolvimento e gestão de parques de ciência e tecnologia, bem como uma parceria na informação e documentação científica e tecnológica.

“Entendemos que como setor, devemos melhorar contínua e substancialmente a coordenação das ações e os papéis de todos os intervenientes, visando a criação de um ambiente cada vez mais favorável ao desenvolvimento tecnológico, inovação, geração e disseminação do conhecimento”, acrescentou o governante moçambicano.

Os dois governos criaram um comité técnico bilateral composto por seis representantes de cada país, cujo objetivo é garantir a implementação do acordo, que tem o prazo de cinco anos renováveis.

EYAC // JH – Lusa/FIM