Falando no discurso de abertura do encontro, a II Reunião Extraordinária dos Ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), o ministro moçambicano da Ciência e Tecnologia, Augusto Pelembe, afirmou que o plano a ser aprovado vai igualmente preconizar o estabelecimento conjunto de programas na área de investigação científica.

“É nossa expetativa que o Plano Estratégico de Cooperação Multilateral capitalize as experiências inspiradoras de cada um dos nossos países membros, para colocarmos a ciência e tecnologia como veículo de desenvolvimento dos nossos povos”, disse Pelembe.

Na reunião, também serão aprovados a proposta de estabelecimento do Espaço do Ensino Superior da CPLP e os instrumentos de coordenação das reuniões sectoriais, adiantou o ministro moçambicano da Ciência e Tecnologia.

A CPLP é constituída por oito países, designadamente: Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Cabo Verde e Timor Leste.

PMA // PJA – Lusa/Fim

Foto: Uma técnica prepara um quadro durante a visita guiada à exposição “360.º Ciência Descoberta” para a comunicação social, 28 de fevereiro de 2013 na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa. Esta exposição trouxe pela primeira vez a Portugal peças ilustrativas deste período dourado da ciência Ibérica, como mapas e manuscritos raros, produtos naturais, instrumentos e livros.


close
Subscreva as nossas informações
Partilhar