“É um processo que não é imediato, implica num cronograma a ser trabalhado entre as universidades brasileiras e portuguesas, mas é um trabalho que já foi iniciado e agora será acelerado com a assinatura desse protocolo”, afirmou o ministro português à Lusa, à margem de uma visita à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O memorando de execução faz parte do protocolo de intenções firmado entre o Conselho de Reitores das Universidades Portugueses (Crup) e a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

O documento será assinado na terça-feira, em Brasília, e engloba um cronograma completo dos trabalhos bilaterais, mas ainda não há uma previsão oficial de quando o processo poderá ser concluído.

“O protocolo possui um calendário de trabalho que visa identificar os cursos, caso a caso. O reconhecimento é feito pelas universidades e o que o Governo está a fazer é incentivar esse processo, para que elas consigam realizar essa equivalência num prazo mais curto”, reforçou.

Também em Brasília, Crato acertará, com o seu homólogo brasileiro, Aloizio Mercadante, os preparativos para um encontro de cientistas luso-brasileiros, previsto para junho, no qual se pretende avaliar áreas de interesse comum para futuros projetos conjuntos.

Na quarta-feira à tarde, os dois ministros lançarão ainda um edital de bolsas para investigadores brasileiros interessados em intensificar o seu trabalho, no Instituto de Nanotecnologia de Braga.

A viagem de Nuno Crato realiza-se em retribuição à visita feita por Aloizio Mercadante a Portugal, na semana passada, quando ambos assinaram um protocolo tripartido (Portugal, Brasil e Espanha), para a cooperação técnico-científica, com o objetivo de facilitar o acesso ao Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL).

O ministro português passará ainda por São Paulo, na terça-feira de manhã, onde vai visitar o centro de monitorização por satélite da Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária (Embrapa) e o laboratório brasileiro de investigação em Ciência e Tecnologia do Bioetanol.

FYRO // MAG – Lusa/Fim

Foto: O ministro da Educação e Ciência de Portugal, Nuno Crato (D) troca pastas com ministro da Educação do Brasil, Aloizio Mercadante (L) durante uma visita as instalações doInstituto Internacional de Nanotecnologia, em Braga, 08 de março de 2013. HUGO DELGADO/LUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar