27 February 2021
A Comissão Promotora da Iniciativa Legislativa Popular (ILP) Valentim Paz-Andrade, para promover a Língua Portuguesa e os vínculos com a Lusofonia na comunidade autónoma espanhola da Galiza, entregou no Parlamento 17 mil assinaturas para que a Proposta de Lei continue a sua tramitação

Mais de 17 mil assinaturas para a promoção do Português na Galiza

Seis meses após de ser apresentada ante o Paço do Hórreo – o Parlamento da Galiza, em Santiago de Compostela –, a Comissão Promotora da Proposta de Lei por Iniciativa Legislativa Popular (ILP) que leva o sobrenome do homenageado do Dia das Letras Galegas do passado ano, Valentim Paz-Andrade (1898-1987), formalizou na sexta-feira, dia 8 de março, a entrega das 17 mil assinaturas que asseguram a continuação da sua tramitação parlamentar.

A iniciativa procura uma série de medidas que facilitem o acesso dos galegos ao universo de Língua Portuguesa e um maior relacionamento com a Lusofonia.

Entre as propostas do articulado, figuram: a progressiva incorporação da Língua Portuguesa no ensino; o fomento da participação das instituições e empresas galegas nos foros económicos, culturais e desportivos lusófonos; a recepção aberta das televisões e rádios portuguesas; e o reconhecimento desta competência linguística para o aceso à função pública.

Os promotores explicam na exposição de motivos da proposta que “a nossa Língua outorga uma valiosa vantagem competitiva à cidadania galega em todas as vertentes, nomeadamente a económica, desde que disponhamos dos elementos formativos e comunicativos para nos desenvolver com naturalidade no seu modelo internacional”.

Alcançado o objetivo de superar a 15 mil assinaturas requeridas, a Comissão Promotora destacou a sensibilidade das galegas e dos galegos para a proximidade ou unidade (em função da perspectiva) da Língua falada na Galiza e as restantes falas lusófonas, permitindo a consecução dos apoios necessários. Ler o artigo completo.

Também poderá gostar

Sem comentários