Macau em «muito tem beneficiado com o contributo empenhado dos portugueses», defendeu hoje o Chefe do Executivo da região, Fernando Chui Sai On, realçando ainda que a língua de Camões desempenha um papel na «estratégia educativa» do governo que lidera.

«A língua portuguesa faz continuadamente parte da nossa estratégia educativa que pode ser traduzida na criação de um centro regional de formação da língua portuguesa», sustentou o governante, durante o discurso que proferiu na recepção do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, que decorreu ao final da tarde na residência consular.

Os «desafios» decorrentes dos objectivos de construir Macau como centro mundial de turismo e lazer e plataforma de serviços de cooperação económica e comercial entre a China e os países lusófonos, afirmou, «só podem ser ultrapassados com uma aposta clara na educação, na qualidade, na excelência e na inovação», apontou Chui Sai On, ao frisar que «sem recursos humanos de excelência», essas metas «ficarão mais distantes».

O governo «empenhar-se-á» nestes objectivos, «abrindo novo patamar para a amizade entre Macau e Portugal e proporcionando mais oportunidades de cooperação», prometeu o Chefe do Executivo, ao frisar que o «esforço» de ambas as partes «tem permitido um novo desenvolvimento nas relações». Ler o artigo completo (Sol)

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar