“O momento emocionante foi o encontro com as pessoas. Foi uma coisa surpreendente, do coração, houve ali um momento em que os espíritos dos nossos antepassados estiveram lá a celebrar connosco”, afirmou à agência Lusa Luís Cardoso.

Na cerimónia de lançamento da obra, que decorreu no Museu e Arquivo da Resistência Timorense, participaram cerca de 200 pessoas, a quem o escritor esteve a dar autógrafos durante mais de duas horas.

“O momento dos autógrafos foi um encontro pessoal com as pessoas. Mas o momento importante foi o da celebração de algo”, disse.

Sobre o livro, Luís Cardoso disse que foi feita uma “circum-navegação do próprio autor”.

“Este livro fez um percurso de ida até Lisboa e de Lisboa voltou a Díli. Foi um percurso com muitas alegrias que fechou hoje com chave de diamante”, referiu.

A obra, segundo a sinopse disponibilizada na página na Internet da Sextante Editora, conta a história contemporânea de Timor-Leste através de três navios – o Arbiru, o Lusitânia Expresso e nau Vitória – e inclui todos os que participaram para a construção do país.

“Hoje foi o términus do caminha deste livro e tenho outro já na forja”, afirmou Luís Cardoso, sem adiantar pormenores sobre a próxima história, porque o “segredo é a alma do negócio.

Luís Cardoso nasceu em 1959 em Cailaco e estudo em Díli no Liceu Francisco Machado, tendo depois seguido para Portugal para ingressar no Instituto Superior de Agronomia.

O autor, que viveu em Portugal durante a ocupação indonésia, também estudou direito e fez o mestrado em política do meio ambiente.

A sua obra literária inclui a Crónica de uma Travessia (1997), Olhos de Coruja, Olhos de Gato Bravo (2001), A Última Morte do Coronel Santiago (2003) e o Requiem para o Navegador Solitário (2006).

A cerimónia de lançamento do livro foi organizada pelo Arquivo e Museu da Resistência Timorense em conjunto com a secretaria de Estado da Arte e Cultura e a Presidência do Conselho de Ministros.

MSE // PJA – Lusa/Fim

Foto: O escritor timorense, Luís Cardoso, Dili, 30 de Novembro de 2009. LUSA

Partilhar