As referências geográficas e humanas da ilha do Pico são fontes de inspiração para Urbano Bettencourt.

O Calhau, a Montanha, a paisagem da vinha, os estaleiros de Santo Amaro servem de ancoragem a algumas das suas obras literárias.

O escritor picoense, que se dedicou ao estudo das literaturas insulares, percorre neste episódio, lugares da sua infância que tiveram reflexo na sua escrita.

 

Partilhar