O livro “Municípios em Timor-Leste – uma segunda independência”, que vai ser apresentado na sexta-feira na presença do primeiro-ministro timorense, resulta da tese de mestrado do antigo presidente da câmara de Torres Novas e atual consultor das autoridades de Díli.

António Rodrigues disse à Lusa que o livro parte da narrativa de seis personagens, das muitas que ouviu no trabalho de campo que realizou para o Governo timorense, e do qual resultou o relatório que serviu de base à estruturação do poder autárquico em Timor-Leste e à tese de mestrado que apresentou na Universidade Aberta.

“É um levantamento exaustivo das particularidades do poder local tradicional de Timor-Leste e da transição para o que vão ser os municípios no país”, afirmou, sublinhando que o livro resulta da primeira e até agora única tese sobre o tema.

Na sequência de um pedido feito por Xanana Gusmão em 2007, António Rodrigues percorreu todo o país ao longo do ano de 2008, na companhia de técnicos timorenses, tendo ouvido líderes locais e tradicionais, anciãos e outras figuras relevantes no seio das comunidades.

O livro vai ser lançado na sexta-feira, logo após a cerimónia de atribuição do grau de doutor ‘honoris causa’ a Xanana Gusmão pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP).

António Rodrigues, que foi presidente da câmara municipal de Torres Novas entre 1993 e 2013, é atualmente consultor do secretário de Estado da Descentralização Administrativa de Timor-Leste, Tomás Cabral, fazendo a articulação com os municípios portugueses envolvidos na instalação dos municípios timorenses.

Representa ainda o ISCSP na Universidade de Díli, estando a preparar a formação dos futuros funcionários municipais timorenses.

Vinte e seis autarquias portuguesas comprometeram-se, em março de 2013, a ajudar a instalar os 13 municípios que o Governo de Timor-Leste prevê criar, estando previsto que recebam futuros funcionários municipais timorenses, a quem darão formação ao nível técnico, jurídico-administrativo e informático, num processo que conta com a participação do Centro de Estudos de Formação Autárquica, sediado em Coimbra.

O Governo timorense pretende realizar as primeiras eleições autárquicas em 2015.

Xanana Gusmão inicia hoje uma visita de quatro dias a Portugal, durante a qual se reunirá com diversos responsáveis políticos portugueses, entre os quais o Presidente da República e o primeiro-ministro.

MLL (FPA/SBR) // VM – Lusa/Fim

Fotos:

– O Primeiro Ministro de Timor-Leste Xanana Gusmao em campanha eleitoral. 07 de julho de de 2012. EPA/ANTONIO DASIPARU.

– O primeiro Ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, vestindo um traje tradicional, em visita à aldeia de Likisa, Tmor-Leste. 11 de agosto de 2010. EPA/ANTONIO DASIPARU.

Partilhar