5 March 2021
O livro "Português Língua Não Materna: Investigação e Ensino" proporciona um espaço de reflexão das implicações pedagógico-didáticas e da formação de professores, trazidas pelo facto de a língua portuguesa não ser a língua materna para cerca de 14% da população estudantil nacional.

Livro “Português Língua Não Materna: Investigação e Ensino”

A editora Lidel lançou o livro “Português Língua Não Materna: Investigação e Ensino”, coordenado por Cristina Maria M. Flores (Instituto de Letras e Ciências Humanas da UMinho), Maria Alfredo Moreira (Instituto de Educação da UMinho) e Rosa Bizarro (CITCEM). A obra de 196 páginas tem como público-alvo os professores, investigadores, formadores e outros interessados no ensino do Português Língua Não Materna.

Contextualização
No crescente contexto de imigração ligado a processos de globalização e de mobilidade no espaço europeu e mundial, Portugal tem vindo a tornar-se um país cada vez mais multilingue e multicultural. A igualdade de oportunidades no acesso a uma vida com melhores condições, o combate à pobreza e a dignificação humana, em geral, passam pela plena escolarização das crianças e jovens. A literacia na língua oficial do país de acolhimento é crucial à inclusão, emancipação e qualidade de vida, desempenhando um papel central na prevenção da exclusão social e na promoção da justiça social, o que torna a aprendizagem da língua uma questão de direitos humanos que a todos diz respeito. 
Esta obra proporciona um espaço de reflexão das implicações pedagógico-didáticas e da formação de professores, trazidas pelo facto de a língua portuguesa não ser a língua materna para cerca de 14% da população estudantil nacional. Adicionalmente, e enquanto língua falada por cerca de 250 milhões de pessoas, a língua portuguesa assume um lugar de destaque no mundo, quer como instrumento de cultura como de inclusão social. Esta realidade traz novos reptos aos processos de ensino e de aprendizagem do Português Língua Não Materna (PLNM) e, consequentemente, à formação de professores e à investigação que esta obra se propõe divulgar e/ou problematizar. 

Conteúdo
– Algumas especificidades da LP do ponto de vista do ensino do PL2 e PLE
– PLNM. Discutindo conceitos de uma perspetiva linguística
– Bilinguismo e cognição
– O corpus de produções escritas de aprendentes de PL2
– Saberes vulgares de africanos sobre a LP
– PLNM: investigação e ensino
– Formação de Professores
– Bilinguismo e educação
– Educação bilingue e aprendizagem da LP em contexto multilingue
– Didática do PLNM – L2/LE
– A formação de professores de PLNM na FLUP
– Desafios para a formação de professores do ponto de vista da diversidade linguística
– Contributos para um modelo de formação de professores de PLNM
– Tantas formas de dizer “contextualização”

Veja: Ficha técnica, introdução e índice em anexo.

Também poderá gostar

Sem comentários