Berlim, 04 mai 2022 (Lusa) – O tema “Gastronomia e literatura” foi escolhido pelo Fórum das Letras de Ouro Preto, no Brasil, para celebrar o Dia Mundial da Língua Portuguesa, com Eça de Queirós a protagonizar uma palestra.

A importância das referências gastronómicas na obra de Eça de Queirós foi o tema escolhido por Luísa Coelho, leitora do Instituto Camões em Berlim, que vai representar Portugal, partilhando o painel com Cabo Verde e Brasil.

“O Eça aproveita a culinária para falar sobre as pessoas, a política, o nível social, sobre a influência de França em Portugal ao nível das comidas”, destacou Luísa Coelho, apontando os crepes como exemplo.

“Atualmente, as pessoas vivem muito preocupadas com a alimentação, com a ida ao restaurante, comerem em casa, vive-se muito para comer. E, já nessa altura, o Eça dizia isso. Tentamos de toda a maneira aproximar as pessoas da literatura, porque cada vez se afastam mais”, lamentou a especialista em declarações à Lusa.

O principal objetivo desta semana dedicada à “Gastronomia e Literatura” é promover a valorização da identidade, da diversidade e da literatura produzida pelos países de língua portuguesa, e gerar o contacto entre as culturas do espaço da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), através das respetivas gastronomias.

A palestra, que decorre hoje às 18:00 locais (22:00 em Lisboa), é aberta às perguntas do público. Alguns alunos de Luísa Coelho em Berlim vão assistir virtualmente, mas a leitora do Camões admite que a maioria não conhece Eça de Queirós.

“Sabem quem é Saramago. Vamos falar sobre Agustina em breve. Às vezes eles escolhem escritores, porque vão procurá-los à Internet e querem falar sobre eles nas aulas”, revelou, ressalvando que leciona língua e não literatura portuguesa.

Durante a palestra de hoje, a leitora do instituto Camões vai explicar quem foi Eça de Queirós, dar alguns exemplos das referências gastronómicas na sua obra e os seus significados.

“As pessoas não estão muito interessadas em aprender a literatura, mas sim a língua (…) Tentar aproximar as pessoas através de uma coisa que elas já gostam, que é a comida, a culinária, e tendo como meio de transmissão a língua portuguesa. Parece-me importante”, realçou.

A iniciativa, que decorre entre 02 e 06 de maio, foi organizada pelo Fórum das Letras de Ouro Preto, juntamente com o Camões – Centro Cultural Português em Brasília e a Câmara Brasileira do Livro (CBL), e celebra o Dia Mundial da Língua Portuguesa que se assinala na quinta-feira.

JYD // LFS – Lusa/Fim


Semana da Língua Portuguesa 2022

Em 2022, juntamente com o Camões – Centro Cultural Português em Brasília e a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Fórum das Letras celebra o Dia Mundial da Lingua Portuguesa, com uma programação riquíssima, de 2 a 6 de maio, voltada para o tema « Gastronomia e Literatura ».

Partilhar