9 March 2021
O ensino de português na Europa leva cerca de 85 por cento do orçamento do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

Instituto Camões concentra orçamento na Europa

A revelação é feita pela presidente do Camões, em entrevista à jornalista da RDP Internacional Paula Machado. Ana Paula Laborinho lamenta que, apesar dos esforços, seja no velho continente que os resultados são piores.

A contrastar com a realidade da Europa, Ana Paula Laborinho sublinha o interesse crescente pela língua portuguesa em vários países, a começar pelo continente africano. Mas dá também o exemplo de Nova Iorque, onde o português é língua de negócios.
A dirigente deixa a garantia do reforço e da abertura de novos centros de língua já este ano, no Vietname e Senegal.

Veja este vídeo, clicando aqui

 

Também poderá gostar

Sem comentários