O maior ilustrador científico português, Pedro Salgado, vai fazer a primeira expedição a Moçambique (23 dez de 2013), onde, num parque natural, desenhará diretamente da natureza as aves, plantas, animais e a paisagem tal como faziam os naturalistas do séulo XIX.

Em declarações à Lusa, Pedro Salgado disse que pretende ficar três semanas em Moçambique, “em três pontos da costa e, durante este período, em cada ponto da costa, ter uma equipa, que rondará uma dúzia de pessoas, que vai percorrer as zonas mais interessantes e fará fotografias, desenhos do campo, da natureza, dos animais e paisagem”.

O ilustrador científico deverá fazer um trabalho similar de desenhos direto do campo também em São Tomé e Príncipe, no próximo ano, uma ação que incluirá registos sonoros, fotográficos e videográficos a ser desenvolvido por ilustradores, cientistas e fotógrafos, com a finalidade de contribuir para a promoção e divulgação do património natural.

A equipa dirigida pelo biólogo, denominada “Grupo de risco”, por realizar “in loco” a partir da fauna, flora, objetos naturais e paisagem numa seleção de espaços naturais e áreas protegidas, começará a trabalhar na Ilha de Inhaca, sul, passando pela cidade de Maputo, capital moçambicana, e terminará a expedição na Ilha de Moçambique, no norte.

Após a coleta do material, todas as imagens pictóricas captadas em cada país serão selecionadas, editadas e depois transformadas em livro e vão estar expostas, mas “cada ponto de expedição tem o seu trabalho de campo e terá o seu projeto de desenvolvimento de uma publicação”, explicou o ilustrador português.

MMT // VM – Lusa/Fim

Foto LUSA:  Elefantes. 12 e 19 de novembro de 2007. EPA/JON HRUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar