O plano, designado por ”Levar a Escola à Sanzala”, integrava a formação de professores, o ensino escolar nas comunidades tribais do território, a elaboração de manuais didácticos  para apoio aos professores e a criação de livros de iniciação à leitura, para o ensino da Língua Portuguesa. Foi a primeira vez que tal foi realizado, na história da colonização portuguesa.
O jornal diário ABC, de Luanda – dirigido por um conceituado opositor do regime político então vigente -, publicou, na altura,   uma gravura da capa do primeiro livro de iniciação à leitura, em quase todo o espaço da primeira página, sob o título ”A Maior Obra de 1962”. Ler o artigo completo

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar