Praia, 24 jan (Lusa) – O Governo de Cabo Verde vai galardoar com a Medalha de Dedicação a ex- diretora executiva do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) pelas “excecionais qualidades e espírito de respeito e dedicação no desempenho de funções públicas”.

Uma nota do executivo cabo-verdiano revela que a cerimónia de atribuição da medalha vai realizar-se na sexta-feira no Palácio do Governo e será presidida pelo primeiro-ministro, José Ulisses Correia e Silva.

O Governo de Cabo Verde pretende, desta forma, assinalar “as excecionais qualidades e espírito de respeito e dedicação no desempenho de funções públicas” de Marisa Mendonça enquanto diretora executiva do IILP, órgão da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), com sede em Cabo Verde.

O IILP tem por objetivos fundamentais “a promoção, a defesa, enriquecimento e difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização em fóruns internacionais”.

“Marisa Mendonça destacou-se, também, no desempenho para a implementação e promoção internacional da língua portuguesa, assim como pelo seu dinamismo e empenho no crescimento e desenvolvimento do diálogo cultural entre os povos da CPLP”, lê-se na nota governamental.

O executivo cabo-verdiano acredita que, desta forma, Marisa Mendonça “contribuiu muito na continuidade e consolidação da ação cultural, com a adoção do Plano de Ação de Lisboa, juntamente com o Plano de Ação de Brasília, assim como na promoção da recomendação do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa e dos Vocabulários Ortográficos Nacionais”.

Nascida em Moçambique, Marisa Mendonça é doutorada em Educação, pela Universidade Católica de São Paulo, Brasil, e “conta com uma vasta formação complementar e experiência em gestão”.

Foi nomeada diretora executiva do IILP na cimeira da CPLP, em 2014, em Díli, e reconduzida para o segundo mandato na XI Conferência dos chefes de Estado e do Governo de CPLP que decorreu em 2016, em Brasília.

Em dezembro passado, o guineense Incanha Intumbo sucedeu a Marisa Mendonça nas funções de diretor executivo do IILP.

SMM // JH – Lusa/Fim
close
Subscreva as nossas informações
Partilhar