A medida pode custar cerca de três milhões de euros às universidades e politécnicos.

Só a Universidade do Porto (UP) estima que já não vai receber 400 alunos de licenciatura e mestrado a partir de junho ao abrigo do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF). Esta perda de receita pode atingir os 400 mil euros por ano, calcula, ao JN, António Marques, vice-reitor da UP para a área de relações internacionais.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Fonte: Jornal de Notícias

Foto: JOSÉ CARMO/GLOBAL IMAGENS

Partilhar